30 de dezembro de 2007

"Clave De Lua"- Poema para a Musa Distante

(Júlio Saraiva)

Com a mesma ousadia de um anjo,
traiste um inseto que pousou na vidraça.

Quantas mortes tiveste...
Estavas na sala e foste testemunha ocular: Sete virgens degolaram Vênus á tua frente.
Para a estrela que perdera o brilho,
escreveste uma elegia
Invadiste os confins da noite e me roubaste um verso.
Sozinha, na confusão dos lençóis, sonhaste um incesto.
Depois , cansada que estavas, procurastes a tumba de Poe e adormecestes.
Mal o dia acordou , novamente traiste ; mas desta vez traíste o silêncio _ o silêncio que passeava em teu quarto.
(Estavas tão entretida em teus versos que sequer reparaste o menino que passeava na calçada com um canário belga no ombro).







"Clave Of Moon" - Poem for the Distant Muse
(Júlio Saraiva)


With the same ousadia of an angel, traiste an insect that put in vidraça.
Quantas deaths you had...
You were in the room and you were eyewitness: Seven virgins had decollated Venus á your front.
For the star that loses the brightness, you wrote one chose You invaded the confines of the night and you stole me a verse.
Alone, in the confusion of sheets, you dreamed an incest.
Later, tired that you were, you looked to the tomb of Poe and adormecestes. Badly the day woke up, again traiste; but of this time traíste silence _ the silence that took a walk in your room.
(so you were entertained in your verses that at least you repaired the boy who took a walk in the sidewalk with a Belgian canary in the shoulder).

2 comentários:

júlio saraiva disse...

Boa tarde,

Meu nome é Júlio Saraiva, e, por acaso, sou o autor do poema Para Uma Musa Distante. Fiquei surpreendido ao vê-lo publicado neste blog. Não é por nada. Até honrou-me. O que me intrigou foi o fato de o poema ter sido escrito há mais de trinta anos, ainda nomeu tempo de faculdade. Nunca o publiquei em nenhum dos meus livros, por julgá-lo fraco. Na verdade, até já me havia esquecido dele. Gostaria de saber onde ele foi achado. A memória me diz que eu só o publiquei num jornal literário da faculdade. E nunca mais soube notícia dele. Se puder me informar, ficarei grato.

Júlio Saraiva

ஐ¸Rosa Maria¸ஐ disse...

Boa Noite ,

Meu caro amigo Júlio Saraiva é uma honra minha tê-lo aqui no meu blog, não acreditei ao ler seu comentário, realmente fiquei surpresa, estou até sem palavras, acredite!
Realmente já faz muito tempo que tenho esse poema guardado comigo, era adolescente ainda guando o achei num jornal, gostei do poema , recortei e guardei comigo esse tempo todo , coloquei ele em um de meus cadernos de versos, e sempre dava uma lida nele , pois o acho muito bonito, ás vezes me via a imaginar , eu aquela musa em seu quarto escrevendo versos ...que imaginação a minha, mas era assim que me imaginava ao ler esse poema, gostei tanto que o guardei esses anos todos , até que hoje tendo feito esse blog, decidi coloca-lo para que outros pudessem ve-lo e admira-lo.
Tinha comigo ainda até uns meses atrás o pedacinho do jornal com o poema, mas ao coloca-lo no blog e claro passei para meu caderno de versos para te-lo anotado e não correr o risco de perde-lo, acabei por não saber onde guardei ou se o perdi .
Mas fico feliz que atraves dele , tive contato com o verdadeiro autor, oque é uma honra para mim. Estou muito feliz e agradeço pela sua visita!
Rosa Maria , beijos em seu coração!
♥Beijos...!!!♥♥♥
ஐ¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸ஐ


Obrigada pela sua visitinha, volte sempre, beijos no coração!







Seu Emprego Certo

O portal que partilha os seus rendimentos

Solicite sua Revista Gratis

TOP BLOG

encantodossonhos@gmail.com

Novas amizades, bate-papo, namoro e mais diversão com o Badoo!

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Seguidores

Livre-se das multas de Trânsitos


Top30 Brasil - Vote neste site!

Top30 Brasil